Please enable JS

Blog

Esta é a maior armadilha da liderança no futuro do trabalho pós-pandemia

Liderança: 8 erros comuns e como evitá-los

1 de novembro de 2023 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

A liderança é uma responsabilidade séria, mas é difícil para alguns compreendê-la com base na maneira como a abordam. É comum, inclusive, que muitos líderes cometam os mesmos erros, inclusive os mais experientes.

Em artigo escrito para a Entrepreneur, Snehal Kundalkar, uma executiva com 20 anos de experiência que já passou por empresas como Reddit e Apple, compartilhou alguns dos erros que ela mesma já cometeu, visando permitir que eles atuem como ferramentas de autoavaliação:

1- Esperar que os funcionários descubram o que você quer

Durante sua carreira, Kundalkar já ouviu alguns líderes afirmarem: “Sei o que não quero, mas não sei o que quero”.

De acordo com ela, sem orientação, as pessoas preencherão as lacunas da melhor maneira que puderem, o que faz com que pequenos líderes espalhados pela companhia construam o que consideram ser a melhor linha de ação.

Aos líderes indecisos, a especialista sugere que descubram pelo que são motivados e, em seguida, comunique claramente sua visão e ideias à sua equipe.

2- Se comportar como um funcionário quando é esperado que você aja como um líder

Os funcionários têm visibilidade limitada de toda a empresa e dos planos para o futuro. Eles estão focados no dia a dia, mas buscam por motivação, oportunidades de crescimento e inovação na liderança.

Por isso, Kundalkar aconselha que os líderes se certifiquem de que estão exibindo compostura e não entrem em pânico. Eles devem inovar, não apenas manter o status quo, e demonstrar propriedade, não criticar e culpar.

É função daqueles em posição de liderança fornecer orientação estratégica sobre processos e metodologias, além de feedback. Essas pessoas precisam, ainda, compreender como criar oportunidades manterá sua equipe motivada e desafiada, criando um trabalho interessante que ajude no crescimento, e resolver problemas difíceis.

Os funcionários, garante a especialista, replicarão o comportamento que virem em seus superiores.

3- Aceitar conselhos de pessoas sem as habilidades necessárias para dá-los

Kundalkar descreve a liderança como uma função solitária. Por isso, às vezes, os líderes são rápidos em transformar seus apoiadores ou amigos em conselheiros, ao invés de colocar nesta posição pessoas qualificadas para a área.

Nesta situação, é provável que essas pessoas lhes digam o que eles desejam ouvir e, muitas vezes, esse conselho acaba sendo mais prejudicial do que útil.

Para que isto não aconteça, a especialista recomenda o trabalho de consultores seja monitorado e sua eficácia seja avaliada com metas mensuráveis ​​e feedback da equipe. Também é importante garantir que esses consultores se integrem à equipe em vez de trabalharem sozinhos, sem impacto considerável.

4- Delegar liderança

A delegação, alerta Kundalkar, não tem como objetivo livrar os líderes de suas funções. Sim, delegar pode ajudar a capacitar colegas de equipe e ajudá-los a crescer, além de ser um segredo para expandir uma empresa, mas isso não significa que é uma boa ideia que líderes terceirizem seu próprio trabalho em nome da delegação. Isto não é liderança, mas sim delegação disfarçada de fracasso.

Não existe ninguém capaz de fazer fazer tudo sem ajuda, mas é fundamental que um líder participe ativamente das atividades de sua companhia. Desta forma, seu trabalho árduo atrairá automaticamente o respeito dos membros de sua equipe.

5- Esconder informações entre equipes

Não ser transparente com sua equipe é uma péssima ideia para qualquer líder que deseja ser bem sucedido. Desta forma, são construídos silos de informações e, no final, ninguém tem uma visão completa.

Kundalkar, por exemplo, já presenciou casos em que ideias de líderes encontraram resistência em uma equipe e, por isso, eles a apresentam para outra, mantendo os dois times afastados.

Ela sugere que, em casos como este, líderes gastem tempo convencendo toda a equipe e conseguindo adesão, em vez de evitá-los para criar caos e conflitos desnecessários. Desperdiçar recursos e tempo, segundo a especialista, reduz a produtividade e é um grande sugador de motivação.

6- Pressionar as equipes por velocidade a qualquer custo

Existe uma crença geral de que ser o primeiro no mercado proporciona uma tremenda vantagem sobre os concorrentes. Os fundadores querem ser os primeiros e estão dispostos a queimar capital sem medida. Kundalkar, contudo, relata ter visto muito mais empresas falharem por crescerem muito rapidamente.

A reação deles a um revés, apontando dedos ou culpando outros, muda instantaneamente a cultura da empresa em relação a assumir riscos. Também é importante que eles modelem o que estão procurando tendo uma mentalidade de longo prazo, pensando em desempenho, confiabilidade e sustentabilidade.

7- Falhar em planejar falhas

Afirmações como “Não tenho um plano B. Meu plano B é fazer meu plano A funcionar” se traduziram, de alguma forma, em não pensar nos piores cenários. Alguns líderes, opina Kundalkar, não têm espaço para “e se”.

O problema é que não é possível estar certo o tempo todo. Às vezes, as circunstâncias são difíceis de prever e controlar o que está ao redor se torna difícil para qualquer líder. É preciso, então, gastar o tempo necessário antecipadamente para pensar em cenários que podem dar errado e nas etapas para resolver esses problemas.

8. Ser tentado pela Síndrome do Objeto Brilhante

Neste tópico, Kundalkar relembra o lançamento do Clubhouse, o aplicativo de podcast ao vivo. Na ocasião, segundo ela, existiam diversas pessoas dispostas a entrar no movimento e algo semelhante ao Clubhouse.

O Twitter construiu seu próprio Clubhouse. O Reddit fez o mesmo e o Facebook seguiu o exemplo. Cada plataforma de rede social queria uma extensão própria do Clubhouse.

Estar em constante estado de distração, no entanto, tem um custo enorme: o presente. É importante, assim, fazer uma pausa e se perguntar: eu realmente preciso desse recurso? Esse tipo de competitividade, avisa a especialista, pode queimar um líder mais rápido do que ele pensa.

Fonte: Administradores

Posts relacionados

Quatro medidas sustentáveis para atrair e reter talentos

18 de junho de 2024 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

Como conquistar a confiança da sua equipe

17 de junho de 2024 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

7 elementos chave para se tornar um líder de sucesso

13 de junho de 2024 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

Como construir uma equipe resiliente

11 de junho de 2024 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

5 dicas para construir alianças estratégicas para o crescimento dos negócios

10 de junho de 2024 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

5 perguntas para fazer a si mesmo e ser mais feliz no trabalho

7 de junho de 2024 / Carreira / por Comunicação Krypton BPO

abc