Please enable JS

Blog

Por que a sua empresa deve fazer a gestão de fornecedores?

27 de fevereiro de 2024 / Qualidade / por Comunicação Krypton BPO

Pensando em como obter a satisfação do cliente, é impossível não pensar no início da cadeia, que é o setor de compras, por meio da gestão dos fornecedores. Afinal, é ali que está a base para a empresa conseguir entregar produtos e serviços de qualidade. O resultado disso é obvio: com produtos e serviços de qualidade, a empresa tende a conquistar cada vez mais espaço no mercado. Além de fidelizar seus clientes e ter uma vantagem competitiva difícil de ser derrubada. Embora isso seja lógico, na prática, nem sempre a gestão dos fornecedores é feita da maneira correta. Ou, então, a gestão é feita olhando para alguns aspectos e ignorando outros. 

Qual a importância da Gestão de Fornecedores? 

Uma boa gestão de fornecedores passa por vários aspectos, onde alguns deles são detalhes, mas que se ignorados podem resultar em problemas lá na frente. Ou, se feitos de maneira correta, garantem o bom funcionamento da empresa. 

Falando do processo como um todo, podemos apresentá-lo de forma simples através de uma sequência de ações: 

  • Seleção 
  • Acompanhamento das etapas de aquisição 
  • Avaliação de métrica  
  • Desenvolvimento do Fornecedor por meio das devolutivas  


E sim, essa é uma responsabilidade da empresa que visa ter bons fornecedores. 

A gestão de fornecedores visa trazer benefícios à empresa. Alguns deles são: 

Entrega de melhor Custo-Benefício 

Mais importante até do que economia para a empresa, é ter a certeza de que desperdícios estão sendo evitados.  

É claro que redução de custos para a empresa é algo sempre muito bem-vindo. Administrar bem os recursos cedidos pela empresa é um papel importante assumido pelo setor de compras. 

Essa efetividade de utilização de recursos é algo que garante o melhor custo-benefício para seus produtos e serviços. 

Redução de riscos 

Quando o fornecedor não entrega qualidade em seus produtos e serviços a empresa está vulnerável à riscos como: 

  • Reputação; 
  • Credibilidade com os clientes;  
  • Evasão de clientes; 
  • Diminuição de receitas. 

Entrega de valor ao cliente 

Quando o fornecedor é bem gerido e os feedbacks são constantes, o fornecedor tem condições para melhorar pontos falhos e evoluir cada vez mais suas entregas.  

Com os fornecedores performando, a empresa tem o alicerce para entregar seus produtos e serviços também com qualidade.  

Claro que não é só o fornecedor que garante a entrega da empresa com qualidade. Seus insumos e serviços entregam para a empresa, subsídios para aumentar o valor agregado dos produtos e serviços. Assim, fortalecendo a reputação da empresa diante do mercado. 

Aumento de vendas 

Com maior entrega de valor ao cliente e consequente aumento da reputação no mercado consumidor, as vendas tendem a aumentar. Isso porque cria-se um diferencial competitivo em relação à concorrência. 

Como fazer uma boa gestão de fornecedores?

Objetivos da empresa 

A única maneira de elaborar um plano de compras que gere os resultados planejados é que esse plano esteja alinhado com os objetivos estratégicos da empresa. Ou seja, é preciso saber o que a empresa valoriza e quais os caminhos estão sendo traçados. 

Seleção de Fornecedores 

O segundo passo é recrutar fornecedores com competência técnica e produtiva. Para isso é necessário termos um padrão comparativo, que não é possível com menos de três fornecedores sendo avaliados para a seleção. 

Também é preciso ter critérios muito claros e com pesos definidos para que essa avaliação seja o mais alinhada possível com a estratégia da busca do fornecedor. Por exemplo: 

  • prazo de entrega; 
  • bom preço; 
  • evidências de comprometimento com a qualidade. 


Por fim, nessa linha de fornecedores, fale com quem já utilizou ou utiliza os produtos e serviços do fornecedor. Esse feedback é valioso e traz à tona informações que na sua avaliação podem não ser detectadas. 

Processos 

O passo seguinte é ter a garantia de processos maduros, consolidados e gerenciados. Os processos vão ajudar a tornar efetivo o que foi planejado com o fornecedor, inclusive realizando e avaliando as métricas.  

Além disso, o processo ajuda a avaliar o fornecedor, dando feedbacks periódicos com base nas métricas realizadas, indicando acertos e erros. 

Com isso, é possível proporcionar o desenvolvimento do fornecedor. O fornecedor que entrega nos garante o alicerce para termos produtos e serviços com comprometimento com a qualidade. 

Assim, o objetivo principal de ter esses processos gerenciados é apoiar o desenvolvimento do fornecedor. E não simplesmente fazer um “cara, crachá” com os indicadores avaliativos do fornecedor.  

Trocar de fornecedor sem trabalhar um plano de ação de evolução de pontos negativos e manutenção de pontos positivos também não é uma prática adequada. 

Relacionamento 

O processo ajudar a definir pontos de contato, mas não resolve o relacionamento. Relacionamento requer esforço, mas esse esforço deve ser convertido em resultado, por meio de aproximação do fornecedor.  

Fazer com que ele conheça suas dores e ajude a pensar em como resolvê-las, fazê-lo entender seu processo, seus planos e metas.  

Assim, muito mais do que um fornecedor, você terá um parceiro de negócios forte, desenvolvido e que vai lhe entregar muito mais do que um produto e serviço. Vai ajudar você aumentar o valor agregado às suas entregas aos seus clientes.

Desenvolva parcerias que impulsionem seu negócio 

Podemos concluir que a relação cliente x fornecedor deve ir além do transacional, e ser muito mais relacional, com acompanhamento, medição e feedbacks constantes.  

Visando sempre o desenvolvimento do fornecedor para obtenção da garantia de melhores resultados e produtos e serviços de qualidade e maior valor agregado. 

Ao estabelecer parcerias sólidas e alinhadas com os objetivos estratégicos da organização, é possível garantir a entrega de produtos e serviços de qualidade. Além disso, uma gestão eficiente contribui para impulsionar a competitividade, mitigar riscos e fortalecer a reputação no mercado.  

Uma abordagem centrada na parceria e no aprimoramento mútuo entre cliente e fornecedor não apenas aumenta o valor agregado para os clientes finais. Mas também estabelece as bases para um ecossistema empresarial sustentável e próspero. 

Fonte: Blog da Qualidade

Posts relacionados

Auditoria Interna: Garantia de Transparência

15 de abril de 2024 / Qualidade / por Comunicação Krypton BPO

Programa de Gerenciamento de Riscos: O que é e como começar?

11 de abril de 2024 / Qualidade / por Comunicação Krypton BPO

Programa de Gerenciamento de Riscos: O que é e como começar?

28 de março de 2024 / Qualidade / por Comunicação Krypton BPO

Fortaleça sua empresa com uma Gestão de Documentos eficiente

26 de março de 2024 / Qualidade / por Comunicação Krypton BPO

Semana Mundial da Qualidade 2024: “Do Compliance à Performance”

20 de março de 2024 / Qualidade / por Comunicação Krypton BPO
paperless

O que é Paperless? Saiba o que é esse conceito e seus benefícios

12 de março de 2024 / Qualidade / por Comunicação Krypton BPO

abc