Please enable JS

Blog

Qual a importância do inventário de ativos para a segurança da empresa?

Qual a importância do inventário de ativos para a segurança da empresa?

12 de janeiro de 2022 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO

Visibilidade e contexto são dois elementos de grande relevância para a segurança da informação. Por isso, o inventário de ativos em TI é uma estratégia que vem ganhando cada vez mais destaque na maioria das empresas.

De fato, para proteger seus ativos ou criar medidas de mitigação de riscos, você precisa de uma relação completa de seus bens, além de saber onde eles estão e como estão sendo utilizados. Embora isso pareça óbvio, muitas empresas não sabem, por exemplo, exatamente quantos dispositivos estão conectados em sua rede.

Mas, afinal, como o inventário de ativos em TI pode ajudar a aumentar a segurança da empresa? Confira a seguir!

O que é inventário de ativos?

O inventário de ativos é a maneira como uma organização lista e administra detalhes dos bens que possui.

Isso pode abranger uma gama de diferentes tipos de ativos, desde fixos tangíveis, como hardwares, até ativos intangíveis, como propriedade intelectual.

O inventário de ativos de TI, portanto, consiste em um levantamento completo sobre todos os bens como servidores, equipamentos de informática e softwares. Isso inclui, também, um mapeamento sobre onde cada ativo está localizado, seu status de funcionamento e a forma como está sendo utilizado.

Isso permite, por exemplo, que uma organização monitore os bens que possui para rastrear e analisar questões como localização física, requisitos de manutenção, depreciação, desempenho e eventual necessidade de descarte ou troca.

Por que o inventário de ativos em TI é importante para a segurança?

Ter uma visibilidade abrangente sobre todos os ativos que precisa proteger é uma das primeiras etapas para construção de uma estratégia de segurança eficaz.

Nesse sentido, um inventário de ativos em TI cumpre papel crucial, devido às seguintes contribuições:

Ajuda a identificar ativos obsoletos

Por meio de um inventário de ativos eficaz sua empresa obtém informações relevantes, como softwares instalados e respectivas versões, patches de segurança instalados, versão do firmware de cada hardware, etc.

Tudo isso ajuda a identificar ativos obsoletos e/ou que apresentam vulnerabilidades de segurança.

Dessa forma, o inventário de ativos em TI serve como um importante instrumento para guiar os investimentos das empresas, que podem substituir equipamentos antigos e vulneráveis por soluções mais modernas e seguras.

Garante a acuracidade dos registros de ativos

Muitos ativos de TI contam com a funcionalidade de armazenamento de dados. Portanto, é fundamental garantir que esses bens sejam corretamente identificados, mapeados e que permaneçam sob a custódia da empresa, para, assim, evitar vazamentos de informações.

Em um período regular, ativos são introduzidos nas organizações de acordo com a demanda. Garantir que cada novo equipamento seja identificado e registrado, ajuda as empresas a terem maior controle sobre seus bens e, portanto, ajuda a aumentar a segurança.

Um inventário de ativos ajuda identificar possíveis equipamentos que, porventura, possam ter sido introduzidos na organização sem passar pelo devido processo de identificação física e registro nos sistemas de controle.

Além disso, vale ressaltar que ativos de TI não autorizados ou desconhecidos podem representar um risco de segurança. Quando os administradores sabem o que está se conectando à rede, eles podem implementar soluções para verificar se os ativos estão em conformidade com os controles de segurança e atualizações.

Ajuda no mapeamento de dados

Para garantir a conformidade regulatória, com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), por exemplo, é preciso ter um mapeamento  de todos os dados pessoais em poder da empresa.

Isso, dentre outras coisas, implica em saber onde os dados estão armazenados. Como já mencionado, grande parte dos ativos de TI possuem capacidade de armazenamento.

Portanto, uma estratégia eficaz de mapeamento de dados está diretamente atrelada a um levantamento preciso de todos os ativos de TI da empresa.

Permite a implementação de uma estratégia de segurança abrangente e assertiva

É fato que os endpoints são um dos maiores alvos dos cibercriminosos porque esses dispositivos são especialmente vulneráveis ​​a ataques.

De acordo com um estudo de 2020, do Ponemon Institute, nos 12 meses anteriores, 68% das organizações experimentaram um ou mais ataques de endpoint que comprometeram dados e / ou sua infraestrutura de TI com sucesso.

Portanto, uma estratégia de segurança da informação eficaz deve contemplar a proteção de todos os dispositivos conectados à sua rede.

Nesse sentido, é fundamental saber exatamente quais ativos de TI sua empresa possui, onde estão localizados e como estão sendo utilizados. Um inventário de ativos permite obter todas essas informações e muitas outras que podem contribuir para a formulação de uma estratégia de segurança mais abrangente e assertiva.

Conclusão

Um inventário de ativos em TI permite às empresas terem maior controle sobre seus bens e sua rede. Ele possibilita, por exemplo, identificar hardwares ou softwares obsoletos e/ou desatualizados, que representam risco à segurança.

Ele também permite que as empresas tenham visibilidade de todos os ativos capazes de transmitir ou armazenar dados, o que possibilita um mapeamento preciso de onde informações sigilosas podem estar armazenadas ou acessadas.

Assim, é possível não só implementar estratégias de segurança mais abrangentes e assertivas, mas também garantir a conformidade regulatória.

Agora que você já sabe a importância do inventário de ativos em TI, o próximo passo é implementar soluções capazes de otimizar esse processo.

Nesse sentido, você pode contar com a Portnet. Oferecemos produtos e serviços que podem ajudá-lo no monitoramento de toda sua infraestrutura a fim de identificar todos os ativos conectados à sua rede, bem como informações sobre versões de softwares, ausência de atualizações ou de ferramentas de proteção.

Fonte: Portnet

Posts relacionados

Três em cada cinco brasileiros desconhecem o fenômeno “deepfake”

25 de janeiro de 2022 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO
Banco Central adia para outubro implementação da terceira fase do 'open banking'

Banco Central comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix

24 de janeiro de 2022 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO
Instagram Reels, rival do TikTok, aumenta a duração dos vídeos para 60 segundos

Instagram Remix chega para todos os vídeos da rede; veja como usar

21 de janeiro de 2022 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO

Safari tem bug que revela histórico do usuário e dados da conta do Google

20 de janeiro de 2022 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO

6 tendências tecnológicas que impactarão o setor de segurança em 2022

19 de janeiro de 2022 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO

Como montar uma loja virtual grátis? Conheça seis opções de plataformas

18 de janeiro de 2022 / Tecnologia / por Comunicação Krypton BPO

abc